11 de fev de 2009

Casa ou apartamento?




Olá...
Esta postagem tem por objetivo falar como foi para mim morar em um apartamento.

*** *** ***

Quando eu era solteira,eu olhava e admirava aqueles prédios com flores lindas nas varandas e que brilhavam muito nas noites de Natal.
Aquelas imagens me despertavam uma vontade enorme de morar em um apartamento.
Depois que nos casamos,eu e meu esposo moramos em um.
Hoje,tenho uma outra opinião sobre o assunto´´Apartamento``.


Com o passar dos anos,muita coisa mudou.
Tínhamos ótimas referências no nosso prédio e eramos chamados de ``Bons vizinhos``,até que...eu fiquei grávida.

Com o nascimento do nosso filho Daniel Júnior(5 anos),o barulho aumentou e alguns vizinhos que moravam no mesmo prédio que o nosso,começaram á reclamar.
Tinha até gente que dizia que ele era muito bagunceiro,que arrastava as coisas,que falava alto demais,que ele gritava muito,que ele chorava muito etc.


As palavras que eu mais usei quando eu estava morando lá foram:``FALA BAIXO!!!``.

Eu tinha que pedir até para as minhas visitas falarem baixo!
Quando vinha algum parente dormir em nosso apartamento,sempre recebíamos reclamação de algum vizinho que vinha falar conosco.
Eu já não podia mais receber visitas,principalmente quando haviam crianças.

As visitas que vinham em minha casa ficavam meio assustadas com tantas regras impossíveis que tínhamos que obedecer.

Para ditar apenas algumas destas regras:
O lixo da casa era para ser colocado na lixeira da rua apenas á noite.
Não se podia levar o cachorro na calçada
Som alto nem pensar
Cantar nem pensar



Sem falar nos problemas que causavam a garagem,as reuniões de condomínio,a bomba de água,o interfone,enfim,uma coisa tão simples como trocar uma torneira ou uma válvula do nosso banheiro poderia ser considerado um problema do prédio inteiro...Ufa,nem quero lembrar.


É...hoje,já não moro mais em um apartamento e quando eu vejo meu filho Daniel Júnior brincando e pulando no quintal da minha casa,eu vejo o quanto eu privei ele de ser criança quando ele quis jogar uma bola,falar alto,correr,pular,rir e brincar como ele queria no meu ex-apartamento.

Eu recomendo ás pessoas que tem um filho ou querem morar em um apartamento,que pensem bem antes.
Uma criança precisa brincar com terra,pedra e ter uma grama pra correr.
Eu só soube disso quando mudei de um apartamento para uma casa e ví meu filho brincando no quintal.
Foi maravilhoso ver a felicidade dele e a empolgação com que ele se levantava pela manhã para ver o quintal.
Ele nem dormia direito de tanta ansiedade para que o dia amanhecesse logo para poder brincar.
Ele nunca havia tomado um banho de mangueira,ajudado o pai á lavar o carro ou soltado pipa antes.
Foi simplesmente maravilhoso quando vi a felicidade dele fazendo tudo isso.

Um comentário:

NihH Holtz disse...

Q linduuu flor *-*
Seu blog tah linduu como sempre!! :D
Adoro visitá-lo!!

Bjaumm :**