8 de mai de 2010

Participação dos pais na educação dos filhos


É muito gratificante para mim quando vejo meu filho Daniel Júnior chegando da escola e,de repente,eu percebo como ele está evoluindo.
Ele tem apenas 6 anos e sete meses mas já sabe ler e escrever palavras,fazer contas e escreve números sozinho!
Foi tão impressionante para mim ver tudo isso,que as vezes eu penso se é meu filho ou a professora dele que é um gênio.
Isso é pensamento de mãe que tem apenas um filho mesmo ...
Na minha época,as crianças nessa idade,apenas brincavam com outras crianças e a escola estava muito longe.Só chegava mesmo aos 7 anos de idade.Eu mesma,só percebi que existia o mundo das letras depois dos nove anos quando entrei na escola.
É muito estranho pra mim ver uma criança de seis anos lendo e escrevendo!
Ultimamente,a professora do meu filho manda alguns trabalhos escolares para a gente fazer em casa.
Eu adoro isso!
Daniel Júnior está sempre me pedindo um tempo pra ficar com ele,mas a gente corre tanto no dia a dia que eu chego á conclusão que eu não dedico meia hora do meu dia exclusivamente para meu filho.
Eu queria ter um dia inteiro só para ele.
O dia do ``filho´´.
Aproveito cada momento com ele,por isso,quando a Tia Kátia manda alguma tarefa para a gente fazer em casa(eu digo ´´a gente`` porque eu também participo na educação do meu filho)eu aproveito para fazer este momento ser bem especial,divertido,inesquecível e dedico ao máximo algumas horas do meu dia para este momento.
Primeiro,eu marco um horário com ele para fazer a tarefa da escola.
Deixar o ambiente um pouco diferente também é muito bom.Por exemplo:colocar a mesa e cadeiras no quintal para ele fazer a tarefa da escola ao ar livre,ter sempre uma pasta especial onde a mamãe guarda os materiais reservados para este momento etc
Assim ele fica muito ansioso e na hora da atividade e ele presta muito mais atenção.
As vezes,até mesmo na hora em que eu estou fazendo o jantar,dá pra ajuda-lo e verificar o que ele já aprendeu.
Por exemplo:se eu estou fritando batata,eu logo pergunto pra ele``Juninho...como é mesmo que eu escrevo batata?``.Ele larga a TV e vem rapidinho.As vezes,vem até mesmo com um papel e caneta para mostrar.
Isso se torna muito útil e divertido,e agente acaba brincando de estudar!

Assim eu percebo aos poucos o que ele tem mais dificuldade em aprender e sempre volto neste ponto e ele pensa que tudo é uma brincadeira.
É a maneira mais prática e divertida de ajudar meu filho sem parecer que a vida é só estudar.
Nas imagens,você vê a gente fazendo uma tarefa muito divertida que a Tia Kátia mandou.
Era para eu(mamãe)ler uma história de um livro que ela mandou e depois,ele fazia um desenho sobre a história e no final eu escrevia minha opinião.

Dá pra fazer de um pequeno momento como este uma lição pra toda a vida.

3 comentários:

Alexandre Pitante disse...

Paz,

Parabéns, pelo seu trabalho neste blog. Que Deus em Cristo Jesus continue lhe abençoando poderosamente.

Estou seguindo o vosso blog.

Aproveito pra lhe convidar a visitar meu blog também. Avivamento pela Palavra é um blog voltado aos amantes da Bíblia sagrada como Verdade Absoluta e que só através Dela seremos mais crentes e mais cheios do Espirito Santo. Comente, pois seus comentários são muito importante para mim poder estar sempre em melhorias no meu blog.

http://www.alexandrepitante.blogspot.com/

Siga-nos também.

Fica com Deus.
Um abraço, Alexandre Pitante.

Pr. Carlos Roberto disse...

Prezada Beth,

A Paz do Senhor!

Parabéns pelo blog, bem como pela dedicação pela educação do Daniel Jr.

Um grande abraço!

Pr. Carlos Roberto

NICODEMOS disse...

Paz seja convosco

A participação na educação dos filhos, este envolvimento diario e tão importante, como ler os cadernos das crianças tem um peso positivo na formação do carater deles e das responsabilidades.

parabens pelos cuidados e dedicação.

Permaneçam na Graça e nela frutifiquem

Sejam bemvindos em meu blog e que possam ser edificados na Palavra.

atalaiadocastelo.blogspot.com

nicodemos